TUDO SOBRE HIDROQUINONA

TUDO SOBRE HIDROQUINONA

Neste artigo, que não é patrocinado, iremos falar sobre a hidroquinona: o que é, para que serve, vantagens e desvantagens da sua utilização, como usar e sugestões de produtos.

1 – O que é a hidroquinona?

A hidroquinona é um composto orgânico que está presente na alimentação humana, como no chá, café, peras e produtos com trigo. Esta substância começou a ser usada para clarear a pele nos anos 50 e o primeiro estudo sobre a sua eficácia foi feito em 1961, o que hoje a torna uma das substâncias tópicas mais investigadas de sempre.

2 – Para que serve a hidroquinona?

A hidroquinona é utilizada no tratamento da hiperpigmentação da pele, para combater manchas escuras. Esta substância ajuda a inibir a produção de melanina pelas células, evitando a sua acumulação nas áreas da pele afetadas pelas manchas.

3 – A hidroquinona é perigosa para a saúde?

Os estudos a nível dermatológico demonstram que o uso tópico da hidroquinona na pele não é perigoso para a saúde, uma vez que neste caso a concentração desta substância é muito reduzida e o metabolismo humano está capacitado para lidar com ela (recorde-se a presença deste composto na própria alimentação). Os estudos que revelaram efeitos mais nocivos da hidroquinona basearam-se em exposições muito elevadas a esta substância.

4 – Quais as vantagens e desvantagens do uso dermatológico da hidroquinona?

A hidroquinona é muito eficaz no tratamento de todas as formas de hiperpigmentação, incluindo melasma. Com os devidos cuidados, que abordaremos mais à frente, obtêm-se ótimos resultados na redução de manchas na pele em relativamente pouco tempo, sendo possível obter bons produtos com hidroquinona a preços razoáveis.

Contudo, a utilização incorreta da hidroquinona pode não só torná-la ineficaz, como agravar seriamente a hiperpigmentação ou causar o chamado “efeito rebote”, que acontece quando as manchas reaparecem ainda mais acentuadas. Outra desvantagem é o facto do uso tópico da hidroquinona causar habitualmente irritação cutânea, provocando escamação, vermelhão e algum ardor (estes efeitos tendem a desaparecer com o prolongamento da utilização).

5 – Como utilizar corretamente a hidroquinona?

O ideal será fazer uma consulta de dermatologia para obter um diagnóstico mais preciso do seu problema, até porque necessita de receita médica para obter produtos com concentrações mais elevadas de hidroquinona. Além disso, o(a) dermatologista poderá adequar o tratamento à sua situação e esclarecer todas as dúvidas que tenha.

Caso não queira ou não possa consultar um(a) dermatologista, existem vários produtos com hidroquinona na sua composição que pode comprar sem receita médica (ver ponto 6 deste artigo), presencialmente ou online. Nesse caso, tenha em atenção as seguintes recomendações:

  • Deve fazer tratamento com hidroquinona na estação mais fria do ano, pois a pele fica muito sensível ao sol e ao calor;
  • O tratamento não deve prolongar-se além de 16 semanas, no máximo;
  • Para habituar a pele à hidroquinona, comece por usá-la em dias alternados (à noite), podendo avançar para a utilização diária e, eventualmente, aplicá-la de manhã e à noite;
  • É obrigatório utilizar um protetor solar com SPF/FPS de 50 e com óxido de ferro na sua composição, de maneira a proteger a pele do sol, mas também da luz visível (proveniente dos écrans de computador, por exemplo) – veja mais pormenores sobre este assunto no nosso vídeo: https://youtu.be/1izv6-Z_YxE
  • ;
  • Enquanto durar o tratamento, esse protetor solar deve ser aplicado nas quantidades corretas de 2 em 2 horas, mesmo que não saia de casa;
  • Aplique a hidroquinona nas áreas a tratar, logo a seguir ao hidratante e antes do protetor solar;
  • Enquanto estiver a usar hidroquinona, respeite as quantidades indicadas e não aplique mais nenhum ácido ou produto despigmentante;
  • Durante o tratamento com hidroquinona, não faça esfoliações ou qualquer outro tratamento estético;
  • Evite ao máximo expor diretamente o rosto ao sol durante o tratamento (por exemplo, usando chapéus de aba larga mesmo quando está a conduzir);
  • O tratamento com hidroquinona deve terminar pelo menos 1 mês antes de fazer praia ou piscina, para que a pele se recomponha e a barreira cutânea se regularize antes da exposição ao calor e sol;
  • O uso de hidroquinona deverá sempre ser temporário e não está aconselhado a grávidas.

6 – Que produtos escolher?

A hidroquinona surge em várias formas, como gel, creme, etc. Como já foi referido, em maiores concentrações necessita de receita médica para adquirir hidroquinona na farmácia, podendo esta ser incorporada em cremes manipulados, elaborados especificamente para si pelo profissional de saúde.

A hidroquinona surge também em vários produtos despigmentantes que pode obter sem receita médica, com vários graus de concentração e associada a outros ingredientes. Note, porém, que a concentração de 4% de hidroquinona é a que tem melhores resultados.

Recordamos que a eficácia e os resultados obtidos com estes produtos dependem do cumprimento rigoroso de todas as recomendações elencadas no ponto 5 deste artigo. A aplicação de produtos com hidroquinona sem a correta utilização de um protetor solar adequado, por exemplo, é contraproducente e pode agravar drasticamente o seu problema!

A nossa seleção inclui unicamente produtos que explicitam a % de hidroquinona contida na sua composição e cuja comercialização está devidamente autorizada pelas entidades competentes para tal – desaconselhamos fortemente a utilização de produtos de proveniência duvidosa e composição desconhecida, muitas vezes publicitados como milagrosos e cujas consequências para a sua pele e saúde em geral podem ser muito negativas!

Eis algumas sugestões de produtos com hidroquinona:

  • O nome comercial varia (Triluma, Lumacip, Vitacid Plus, Triderm, Suavicid, etc), podendo também usar-se um genérico. Falamos de um creme cuja composição tem 4% de hidroquinona, 0.05% de tretinoína e 0.1 mg de fluocinolona acetonida. Existem inúmeros estudos que comprovam a elevada eficácia deste creme no tratamento de todas as formas de hiperpigmentação, com resultados duradouros.
  • Hidrospot 40 mg/g gel (4% de hidroquinona).
  • Pigmentasa 40 mg/g creme (4% de hidroquinona).
  • Murad Rapid Age Spot and Pigment Lightening Serum (2% de hidroquinona).
  • PCA Skin Pigment Gel (2% de hidroquinona).
  • Zenmed Skin Correct+ (2% de hidroquinona).
  • Ambi Fade Cream (2% de hidroquinona).

É importante lembrar que é indispensável utilizar os produtos de acordo com as indicações dos mesmos e ter em conta todas as recomendações constantes no ponto 5. As más experiências com a hidroquinona resultam essencialmente de distrações, como não reaplicar o protetor solar em quantidade suficiente de 2 em 2 horas, utilizar uma quantidade excessiva de produto para tentar obter resultados mais rápidos, etc. Por outro lado, fica aqui o apelo para que use sempre produtos certificados e com a composição publicitada. Os problemas de hiperpigmentação (sobretudo o melasma) são muito difíceis de combater e afetam muito a autoestima, causando ansiedade e angústia. Isto faz com que as pessoas se tornem muito sensíveis a promessas de produtos e receitas caseiras “miraculosas”, sobretudo quando são acompanhados de “experiências pessoais” fantásticas. Não se deixe iludir. A pele é o maior órgão do corpo humano e tem que ser tratada com o maior dos cuidados. Não desperdice recursos e esperança, na melhor das hipóteses irá conseguir melhorias transitórias e na pior delas sofrerá sequelas graves. Faça escolhas bem informadas e seja muito, muito prudente! Este conselho está a ser-lhe dado por alguém que luta com estes problemas desde muito cedo e já experimentou dezenas e dezenas de possíveis soluções – irei falar-lhe sobre isso ao longo do meu trabalho, acompanhe-me subscrevendo o blogue e o canal de YouTube!

14 Comments to “TUDO SOBRE HIDROQUINONA”

  1. Eu tenho umas machas pelo rosto de acne, sera que isso ajudaria dessa minha situação?
    Mas de qualquer forma adorei conhecer esse produto

  2. Que legal! Eu não tive problemas com manchas, mesmo na gravidez. Porém minha mãe sofria muito com isso,bom conhecer essa opção.

  3. Olá. Ainda não conhecia o produto, mas parece muito bacana.
    Lembro que uma amiga me falou de um produto como esse, na época ela estava grávida e ficou com manchas escuras no rosto!

    Post maravilhoso. Beijos <3

  4. Acabei de ler o artigo sobre a hidroquinona e o achei bem completo, bem explicativo, creio que por também sofrer desse problema achei bem didático o que escreveu, com certeza ira ajudar outras pessoas que sofrem do mesmo problema. Parabéns

  5. jaque reis diz:

    Olá!
    Que post maravilhoso e super esclarecedor. Tirou muitas duvidas que eu tinha sobre a hidroquinona. Eu já uso e adoro e já me ajudou muito! Adorei o post

  6. Que descoberta fantástica desse composto. Agora podemos usá-la para tirar as manchas indesejadas da nossa pele e continuarmos com a nossa beleza natural de uma pele lisa, sem manchas e saudável.

  7. Não conhecia os benefícios da hidroquinona, que interessante! É realmente uma ótima opção no combate à hiperpigmentação da pele, afinal as manchas podem ser muito incômodas esteticamente.

  8. Olá! =) informações muito importantes. A gente tem que saber como utilizar produtos porque de fato tudo o que é demais tem lá seus problemas ne? E se tratando de pele é realmente pra ter cuidado.

    Será que para mancha provocada por acne funciona?

    Abraço,
    Diego | http://www.vidaeletras.com.br

    1. Se as manchas forem acastanhadas, sim, funciona bem. Se forem avermelhadas, é preferível usar outro despigmentante. Tem esse post com sugestões: https://goldandbeauty.com/2018/06/01/5-produtos-eficazes-para-tratar-a-hiperpigmentacao/

  9. Boa tarde,
    Eu não tenho problemas com manchas, até as das acnes somem, mas minha mãe tem bastante, então vou passar essa dica para ela.

  10. Adrielle diz:

    Oi. Que texto interessante. Eu não conhecia a subtância. Mas acredito ser uma ótima indicação. Goastaria de saber se funcionaria para quem tem muitas sardas; Será que funciona?

    1. Clareia um pouco as sardas, mas não as remove. Pessoalmente, não utilizaria a hidroquinona em sardas, iria sensibilizar muito a pele em troca de poucos benefícios. Além disso, confesso que adoro sardas, acho que dão um look muito sensual 🙂 Abraço

  11. Jussara diz:

    Olá.
    Esta dica é muito legal. Durante a gravidez apareceram algumas manchás na minha pele e adorei encontrar uma dica que pode ser útil para melhorar a minha pele. Seu post ficou bem explicado e esclarecedor.
    Beijos

  12. Olá, confesso que não conhecia a hidroquinona, então o post foi super esclarecedor para mim. Volta e meia, eu costumo aparecer com uma mancha e lá se vem uma dor de cabeça. Mas agora vou testar essa dica. Gostei bastante. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *