O FIM DAS DIETAS

O FIM DAS DIETAS

É a nova tendência e tudo indica que veio para ficar: o fim de todas as dietas. Esta tendência combina a alimentação intuitiva com 12 princípios muito fáceis de seguir, que lhe permitirão atingir os seus objetivos, aumentar a sua autoestima e obter a imagem que deseja.

Os princípios são os seguintes:

1Rejeite as dietas. A alimentação e a dieta não devem ser o objetivo da sua vida. Viva o mais descontraidamente possível, o que inclui parar de contar calorias e fixar permanentemente o seu pensamento no que vai comer a seguir. A alimentação é apenas um meio para viver!

2Saiba distinguir fome biológica de forme emocional. De uma forma muito simples, fome biológica é satisfeita com qualquer tipo de alimento, pois resulta do seu corpo necessitar de nutrientes. Fome emocional é aquela que gera um forte apetite por um alimento em concreto e deriva da ansiedade, do stresse e/ou de um problema em concreto. A fome biológica deve ser satisfeita, enquanto que a fome emocional deve ser combatida.

3Vença as compulsões alimentares: beba um copo de água, telefone a um amigo, distraia-se com as redes sociais ou a televisão, dê um passeio…

4Coma de tudo. Não se prive de nenhum tipo de alimento, pois isso só vai gerar compulsão alimentar. Recorra a alguns truques quando faz compras se gostar de certo tipo de artigos: leite magro em vez de meio gordo, chocolate com 70 a 95% de cacau, coca-cola zero, iogurtes com um máximo de 60 Kcal, etc (leia o artigo em https://goldandbeauty.com/2018/06/02/5-alimentos-para-emagrecer/).

5O peso não interessa. O músculo pesa mais do que a gordura, por isso preocupe-se não com o seu peso total, mas sim com a sua % de massa gorda e de massa magra. Se não tiver uma balança que lhe permita analisar a composição corporal para avaliar a evolução do seu corpo, opte uma vez por mês por medir-se em vez de se pesar (bíceps, cintura, anca, coxa e peito).

6Beba 1 copo de água em jejum, de preferência com algumas gotas de sumo de limão. Isso é fundamental para repor a hidratação que perde durante o sono e para acelerar o seu metabolismo.

7Coma devagar. A comunicação entre o cérebro e o estômago demora cerca de 20’. Ao comer depressa, está a retardar a informação de que já está saciado e, consequentemente, ingerirá mais calorias do que precisa.

8Coma num prato mais pequeno. Ao fazê-lo, dará ao seu cérebro a sensação de que come tudo o que precisa com uma menor quantidade de alimentos.

9Antes das 3 principais refeições, beba vinagre de maçã dissolvido em água. Uma colher de chá de vinagre de maçã dissolvido num pouco de água é suficiente. Há um estudo japonês que associa este hábito a uma perda de peso mais acelerada e, ainda, muitas pessoas referem sentir menos fome e menos compulsão alimentar ao longo do dia.

10Opte por uma entrada de salada ou sopa. Isto fará com que ingira mais legumes e diminua a quantidade que consome nos pratos principais e sobremesas.

11Faça 1 detox duas vezes por ano. Na Primavera e no Outono, pode fazer um detox com chás (leia o artigo em https://goldandbeauty.com/category/dieta/) ou com um produto específico (pode aconselhar-se numa herbanária).

12 – No mínimo, caminhe 30’ por dia. Podem ser divididos em 3 caminhadas de 10’ cada; basta sair de casa, caminhar 5’ e regressar. Claro que o ideal será uma atividade física mais regular e intensa, mas se não tiver como fazê-lo, 30’ de caminhada diária já faz muita diferença!

Veja o vídeo no nosso canal de Youtube:

4 Comments to “O FIM DAS DIETAS”

  1. Arrasou nas dicas, gostei e vou aplicar algumas delas.

  2. Kira diz:

    Nossa, amei as dicas! Minha mãe anda fazendo dieta e não está se entendendo bem (ela cortou carboidrato e faz jejum de 12 horas como é uma pessoa que tem o dia com muito trabalho e esforço físico está fazendo MUITA falta) eu vivo falando que essas dietas dela são perigosas, mas falei das dicas do seu post e ela gostou da ideia,acho que vai aderir XD

    Beijos!

    1. O jejum intermitente é seguido por muitas pessoas, mas há cada vez mais publicações a defenderem a alimentação intuitiva – ouvir o nosso instinto e as necessidades do nosso corpo. Pessoalmente, acho que uma pessoa que tem um dia ocupado e com atividade/esforço físico, deve ser cuidadosa para garantir que o corpo tem energia sem recorrer ao músculo. Sem hidratos, é complicado… Beijocas para si e para sua mãe!

  3. Olá! Adorei o texto, pois eu também acho que não se deve deixar de comer certas coisas de que gostamos, basta saber gerir o apetite de forma equilibrada e aliada a algum tipo de exercício físico. Eu também sou adepta da agricultura biológica e da prática de yoga, beijinhos!
    Mónica Rebelo do blog Cozinha Com Rosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *